Quinta, Fevereiro 20, 2020

Notícias

 

Ter uma boa consultoria fiscal é muito importante para o sucesso de uma empresa.  A partir dela, é possível identificar oportunidades de planejamento tri­butário e eventuais imprevistos, fazendo a verificação da adequação dos procedimentos adotados na apuração e recolhimento dos tributos diretos e indiretos.

Um dos principais benefícios de uma consultoria fiscal profissionalizada  é a redução de riscos de autuação fiscal e pagamentos indevidos, o que pode gerar perdas financeiras por conta de erros e omissões na aplicação da legislação atual.

Entre os serviços dessa área que podem ser realizados na Contatos Contabilidade, destacam-se:

- Consultoria Tributária em Imposto de Renda, ICMS, IPI, PIS, COFINS, SIMPLES e ISS;

- Escrituração eletrônica dos livros fiscais exigidos pelo fisco;

- Elaboração e envio dos arquivos magnéticos para a Secretaria da Fazenda, Receita Federal e Prefeitura Municipal;

- Apuração dos Impostos e Contribuições, emissão dos respectivos documentos para recolhimento das obrigações mensais, trimestrais e anuais;

- Cumprimento de todas as obrigações acessórias perante os fiscos Municipal, Estadual e Federal.

Com o acompanhamento desses pontos, certamente sua empresa estará mais segura em relação aos impostos, uma preocupação a menos para o empreendedor.

 

Para os que ainda não providenciaram, é preciso correr. Termina, na próxima sexta-feira (29), o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2016 (ano-base 2015). Até as 17h dessa terça-feira, a Receita Federal recebeu 18,4 milhões de declarações, porém, a expectativa é receber 28,5 milhões no total.

É importante não deixar para a última hora, pois já é comum que a página da Receita Federal congestione por causa da alta quantidade de acessos, já que muitas pessoas resolvem fazer o procedimento ao mesmo tempo. O risco é não conseguir entregar a declaração em tempo hábil.

Outra coisa que pode acontecer é faltar algum documento e não ter tempo para conseguir uma nova via. Por isso, é importante reunir todos os comprovantes e documentos necessários e, se possível, já fazer logo a declaração.

O prazo para a entrega termina às 23h59min59seg  da sexta-feira. Se a declaração for enviada à 0h de 30 de abril, já é considerado atraso e o contribuinte terá de pagar multa de 1% do imposto devido ao mês. O valor mínimo é de R$ 165,74, e o máximo é de 20% do imposto devido.

Uma das formas de manter a saúde da sua empresa é ter atenção ao planejamento tributário. Afinal, são muitos impostos que o empreendedor precisa lidar diariamente, e um suporte profissional ajuda a tomar as decisões de maneira correta, minimizando os custos fiscais.

Com o planejamento tributário, é possível realizar estudos preventivos relacionados a soluções fiscais e tributárias, identificando qual o melhor caminho a seguir com as finanças. O serviço possibilita, ainda, que sejam verificados os principais pontos na utilização dos créditos de PIS, COFINS, ICMS e IPI de acordo com a atividade, potencializado esses créditos, sempre de acordo com a interpretação da legislação.

E o suporte profissional é fundamental para que as coisas funcionem da maneira eficaz. Através da contabilidade, é feito um acompanhamento, utilizando-se de toda a experiência para reduzir os lucros tributáveis e potencializar os custos e despesas que podem ser deduzidos da base de cálculo do IRPJ.

Foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (19) a Lei Complementar 154, que autoriza o microempreendedor a usar sua residência O como sede da empresa que possui. A lei já entra em vigor a partir da data da publicação.

O dispositivo definiu que “o microempreendedor individual poderá utilizar sua residência como sede do estabelecimento, quando não for indispensável a existência de local próprio para o exercício da atividade." A norma é um acréscimo à Lei Complementar 123, que criou o Estatuto Nacional da Microempresa de Pequeno Porte.

A medida pretende facilitar a adesão de pessoas ao Simples Nacional, afastando restrições impostas por leis estaduais que não permitem o uso do endereço residencial para cadastro de empresas.

 

Desde o início do ano, o Microempreendedor Individual tem a facilidade de poder imprimir o Documento de Arrecadação Simplificada (DAS), sem precisar a correspondência chegar. Isso facilita o planejamento do empreendedor na hora de fazer o pagamento e é um procedimento mais cômodo.

Para imprimir o boleto é simples, tendo três opções:

- Acessando o Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br);

- Fazendo o download do aplicativo gerador no link: http://goo.gl/k4tjV0;

- Procurando a unidade do Sebrae mais próxima.

É importante lembrar que o DAS tem custo fixo, que varia de acordo com o setor de atuação. Para empreendedores do Comércio ou Indústria, o valor é de R$ 45. Já para os prestadores de Serviço, o valor é R$ 49. Empresas que atuam nos dois setores – Comércio e Serviços – pagam R$ 50. O pagamento precisa ser feito até o dia 20 de cada mês.

Calendário

« Fevereiro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29  

Logar

Voltar ao Topo